Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Não havia mais nada para me acontecer?

Desde sexta-feira que estou em "silêncio", como já devem ter dado por isso. De manhã acabei por nem sequer vos conseguir desejar uma boa sexta-feira ou fim de semana ou mini férias.  Como sabem, o meu computador andou maluco toda a semana e na sexta-feira aparvalhou de vez.

 

O que me valeu foi a vinda do N. que fez uns transplantes ao computador, tratou-lhe de outros problemas de saúde e agora está óptimo!

 

Quem não está óptima, sou eu! Ora observem lá a foto aqui em baixo...

Pois que não é a patinha o pézinho da vossa amiga Pepper?!? (O Pimentinha estava a ver se a meia elástica estava bem calçada!)

 

Vinha eu a descer as escadas do prédio com o Pimentinha ao colo - o gajo não desce escadas porque é medricas - e quando chego ao patamar da porta, assim que meto o pé no tapete, quer dizer meio no tapete meio no chão, o filho da fruta do tapete escorrega, eu torço o pé e caio para cima das escadas?!? E não deixei cair o Pimentinha! 

 

Resultado: revi a vez em que fiz a fractura com entorse no pé. Acabei por estar ali a "ganir" de dores (embora não seja muito fiteira), levantar-me tentar mexer o pé para ver o estado em que tinha ficado - senti o osso sair do sítio - e verifiquei que devia ser apenas uma entorse pois as dores da outra vez não ocorreram. Não descalcei a bota, fui aos chineses comprar uma meia elástica (afinal ainda serve para alguma coisa ter resmas de chinocas à porta), esfreguei o pé com pomada e tomei logo anti inflamatório. Assim que pude, fiquei de perna esticada - o joelho também não está grande coisa, nem os músculos das pernas - e de pézinho em repouso.

 

Só espero estar bem melhor na quinta-feira, afinal não me posso dar ao luxo de faltar às aulas. Olhó recibo verde!

Um Quase Voo

                                             

 

 

Tenho de começar este posta a dizer “$=#!%”%(=&(#$&=!!! Alto e bom som! São todos contra o mesmo, neste caso a mesma.

 

A quarta-feira é o meu pior dia de trabalho, já o disse aqui várias vezes. Mas não é preciso começar mal… logo mal uma pessoa sai de casa… não é?

 

Sai uma pessoa de casa toda lampeirinha para ir beber o seu descafé matinal, quando aquilo se dá!

Saio da porta, encontro a vizinha com quem troco meia dúzia de palavras e começo a descer as escadas.

 

Pé atrás de pé e de repente… shazam! Desaparece-me tudo debaixo dos pés… entro em quase-queda livre e despontam umas asas nas minhas costas!

Escorrega-me o pé inexplicavelmente, desequilibro-me pra cima da m*rd* de um corrimão metálico que foi aqui colocado e não espeto um apoio metálico nas costas porque não calhou!

 

Proferi todos os impropérios cabeludos e só pensei que tinha rasgado na porcaria do corrimão e que me doía o tornozelo por causa da leve entorse. Vá lá não ser a patinha da fractura. Acho que os putos iam ficar muito conteste porque não iam ter aulas. Ou não!